Faturação eletrónica

A Nova Zelândia implementa o seu projeto de faturação eletrónica

Nova Zelândia faturação eletrónica

A Nova Zelândia segue os passos da Austrália e avança na implementação da fatura eletrónica. O governo neozelandês está comprometido com a adoção da fatura eletrónica para favorecer os processos empresariais e fiscais.

O governo anunciou que as agências governamentais centrais devem poder receber faturas em formato eletrónico a partir de 31 de março de 2022. Trata-se de um primeiro passo na obrigatoriedade da fatura eletrónica B2G na Nova Zelândia. Prevê-se que, em 2026, 90% das agências centrais utilizem apenas faturas eletrónicas.

O objetivo é simplificar os procedimentos e poupar nos custos das empresas que manejam grandes volumes de faturas. Além disso, digitalizando este processo, contribui-se para a redução dos tempos administrativos e para combater a fraude fiscal. O governo neozelandês estima uma poupança de 4,4 mil milhões de dólares neozelandeses em 10 anos graças à utilização de sistemas eletrónicos.

A rede PEPPOL

O modelo de conectividade escolhido pela Nova Zelândia é a rede PEPPOL. As empresas precisam de contratar um PEPPOL Access Point certificado para poder intercambiar faturas eletrónicas.

A EDICOM está certificada como Access Point da rede PEPPOL na Austrália e Nova Zelândia. Isso significa que qualquer empresa ou entidade pública que pretenda faturar de forma eletrónica na Austrália ou Nova Zelândia poderá fazê-lo através da plataforma Global e-Invoicing da EDICOM.

O EDICOM PEPPOL Access Point permite às administrações públicas interagir com a sua comunidade de interlocutores e fornecedores através de soluções integradas que automatizam o intercâmbio de todo o tipo de documentos eletrónicos sob o padrão PEPPOL-XML.

Inicialmente, o PEPPOL só estava disponível para os países europeus, mas, devido ao seu êxito, está a expandir-se para fora da Europa. Atualmente, há membros do OpenPeppol em 38 países no total (31 países da Europa mais a Austrália, o Canadá, o Japão, o México, a Nova Zelândia, Singapura e os EUA)

Plataforma global de fatura eletrónica

Disponibilizamos uma plataforma global d faturação eletrónica internacional que centraliza a emissão e a receção de todas as suas faturas. A nossa plataforma de faturação eletrónica internacional implementa módulos com funcionalidades específicas para adaptar os seus sistemas de gestão e contabilidade aos requisitos vigentes nos diferentes países onde está presente.

Se faz parte de uma empresa internacional com filiais e centros de trabalho repartidos em diferentes países, seguramente precisa que o seu ERP seja capaz de emitir faturas eletrónicas adaptadas à legislação de cada país onde opera. A nossa solução pode ajudar a otimizar todas as suas operações.

Saiba mais sobre os potenciais benefícios para a sua empresa.

Contacte um representante da EDICOM.

Pode também estar interessado em ler sobre...

Os Estados Unidos iniciam o seu projeto piloto de faturação eletrónica

A Business Payments Coalition juntamente com o Federal Reserve anunciaram o lançamento de um projeto piloto.

A Polónia torna obrigatório o uso da fatura eletrónica B2B

A massificação terá início de forma voluntária em outubro de 2021 e de forma obrigatória a partir de 2023.

A Suécia lança uma consulta sobre a fatura eletrónica e declarações de IVA digitais

A Agência Tributária sueca (Skatteverket) estuda vários modelos para cumprir os requisitos de declaração de IVA digital