Características da fatura eletrónica na Polónia

A Polónia anunciou a sua intenção de tornar obrigatório o uso da fatura eletrónica entre as empresas privadas a partir de 2024. No âmbito B2G, é obrigatório para as administrações públicas e voluntário para os fornecedores públicos.

Obrigatoriedade

Obrigatoriedade

No âmbito B2G, desde 2019, todas as administrações públicas da Polónia devem poder receber e gerir faturas eletrónicas. O envio por parte dos fornecedores é voluntário. No âmbito B2B, será obrigatório a partir de 2024.

 

Sistema Saft Polónia

Sistema Saft Polonia

Na Polónia, as empresas devem declarar a sua informação financeira e contabilística através do sistema SAFT. Saiba como funciona o sistema SAF-T na Polónia.

 

Autoridade fiscal

Autoridade fiscal

Urzad Skarbowy.

 

Formato da fatura

Formato da fatura

UBL 2.1 - UN/CEFACT CII – PEPPOL BIS 3.0.

Assinatura digital

Assinatura digital

Não obrigatória.

Armazenamento

Armazenamento

5 anos.

Precisa de saber mais sobre a fatura eletrónica na Polónia?

Contacte um dos nossos especialistas em facturação electrónica.

Os dados pessoais recolhidos serão utilizados pelas empresas do Grupo EDICOM para atender às consultas efetuadas e/ou gerir os serviços solicitados. Você pode exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, limitação e portabilidade de seus dados de acordo com as disposições da política de privacidade.

O nome não pode estar vazio Deve introduzir um número de telefone Selecionar um prefixo válido Aceite as condições

A enviar

Por favor, espere. Isto pode demorar vários segundos.

Obrigado por enviar os seus dados!

Preguntas Frecuentes

Com a implementação da fatura eletrónica B2B, cria-se um novo cenário para a emissão e receção de faturas. No âmbito B2G, a Polónia dispõe de uma plataforma para a troca eletrónica de faturas, encomendas, guias de remessa e notas de crédito. No entanto, já foi anunciada a implementação de um novo portal para a gestão da faturação eletrónica B2B denominado KSeF. Atualmente, ignora-se como será o seu funcionamento e que tipo de relação terá com a plataforma atual B2G.

Todos os contribuintes que devam tributar o IVA.