Características da faturação eletrónica na Eslovénia

A Eslovénia é um dos países mais avançados em faturação eletrónica da União Europeia; o seu uso remonta a 2001, quando a Câmara do Comércio criou um padrão nacional. Atualmente, a faturação eletrónica só é exigida no âmbito B2G.

Autoridade fiscal

Autoridade fiscal

Financial Administration.

Obrigatoriedade

Obrigatoriedade

Desde 2015, o uso da fatura eletrónica é obrigatório para todas as entidades públicas e para os seus fornecedores.

Formato

Formato

As faturas eletrónicas podem ser enviadas no Formato nacional e-Slog 2.0 ou no Formato UBL 2.1. (PEPPOL BIS 3.0).

Assinatura digital

Assinatura digital

Não é obrigatória

Armazenamento

Armazenamento

10 anos.

Precisa de saber mais sobre a fatura eletrónica na Eslovénia?

Contacte um dos nossos especialistas em facturação electrónica.

Informamos que os dados pessoais coletados através deste formulário poderão ser utilizados para contato por qualquer uma das empresas do Grupo Edicom. Da mesma forma, você pode exercer os direitos de acesso, retificação, eliminação, oposição, limitação e portabilidade de seus dados, de acordo com as disposições da política de privacidade.

O nome não pode estar vazio Deve introduzir um número de telefone Selecione o seu país Aceite as condições

A enviar

Por favor, espere. Isto pode demorar vários segundos.

Obrigado por enviar os seus dados!

Perguntas frequentes

A Eslovénia conta com duas plataformas centrais para a receção de faturas, em função do tipo de instituição pública com que se trabalha. A plataforma Uprava republike Slovenije za javna Plačila (UPJ) - (Administração Pública de Pagamentos) para as instituições catalogadas como “Budget users”, e a plataforma Exchange HUB (Hub de Troca) para as entidades “non-budget users”. Ambas as plataformas estão ligadas à rede PEPPOL.