Características da facturação electrónica em Italia

A entrada em vigor da Diretiva 2014/55/UE estabeleceu a obrigatoriedade das Administrações Públicas dos países da UE de receber e processar as suas faturas eletrónicas segundo o padrão europeu. Previamente, Itália já trabalhava na sua própria versão de fatura eletrónica B2G com a publicação de algumas leis que regulavam os procedimentos. Em 2014, a fatura eletrónica junto das Administrações Públicas, denominada FatturaPA, tornava-se obrigatória.

 

Em abril de 2018, Itália recebeu a aprovação da União Europeia para implementar um projeto de fatura eletrónica B2B de alcance global para todas as empresas do país a partir de 1 de janeiro de 2019.

Obrigatoriedade

Obrigatoriedade

Desde 2014 é obrigatório o uso da fatura eletrónica junto da Administração Pública. No âmbito B2B-B2C, a fatura eletrónica é obrigatória desde 1 de janeiro de 2019.

Sistema

Sistema

A fatura eletrónica italiana denomina-se FatturaPA. Todas as faturas, quer B2G como B2B-B2C, devem ser enviadas através da plataforma central do governo, Sistema di Interscambio (SdI) que, após a sua validação, reencaminha-as para o seu destinatário.

Procedimentos administrativos

Procedimentos administrativos

Para a receção da fatura eletrónica B2B é necessário registar o canal através do qual se pretende receber as faturas. Entre as várias opções, a mais comum é a do Codice Destinatario que permite, através de um código, identificar na fatura o canal de comunicação entre o SdI e o destinatário.

Formato da fatura

Formato da fatura

FatturaPA (XML)

Assinatura eletrónica

Assinatura eletrónica

No processo de emissão de faturas para a Administração Pública é necessário aplicar a assinatura eletrónica qualificada a partir de um dispositivo seguro de criação de assinatura. Entre privados e particulares a assinatura eletrónica não é obrigatória, mas recomendável.

Armazenamento

Armazenamento

Para a conservação dos documentos exige-se processos adicionais, como a assinatura eletrónica e o carimbo temporal, seguindo as exigências da lei da Conservazione Sostitutiva.

Os requisitos técnicos e legais para a faturação eletrónica são diferentes em cada país.

Se deseja conhecer os detalhes e as obrigações fiscais de qualquer país em particular, simplesmente clique no mapa ou escolha um país na lista pendente.

Notícias sobre a faturação eletrónica na Itália

Tudo o que precisa de saber sobre o sistema NSO de Itália

Como funciona e de que forma deve adaptar-se à plataforma de pedidos eletrónicos de Itália para o Sistema de Saúde estatal.

A fatura eletrónica no setor público europeu

Atualização sobre o estado da implementação da fatura eletrónica no setor público europeu após a entrada em vigor da Diret

Itália anuncia novos requisitos técnicos para a fatura eletrónica

Os novos requisitos introduzidos pela autoridade fiscal italiana, substituirão os atuais a partir de 1 de dezembro 2020.

Preparado para a fatura eletrónica?

Comece o seu projeto com o fornecedor de fatura eletrónica líder na Europa

Informamos que os dados pessoais coletados através deste formulário poderão ser utilizados para contato por qualquer uma das empresas do Grupo Edicom. Da mesma forma, você pode exercer os direitos de acesso, retificação, eliminação, oposição, limitação e portabilidade de seus dados, de acordo com as disposições da política de privacidade.

Selecione o seu país Aceite as condições

A enviar

Por favor, espere. Isto pode demorar vários segundos.

Obrigado por enviar os seus dados!