Transformação digital

Como a abordagem ESG está a transformar o mundo empresarial

Como a abordagem ESG está a transformar o mundo empresarial

Os fatores ESG (ambientais, sociais e de governação) servem para medir o grau de sustentabilidade de uma empresa e, por conseguinte, o seu cumprimento credencia-as como entidades de confiança para investidores, consumidores e a sociedade em geral.

ESG são as siglas em inglês de Environmental, Social e Governance e refere-se a um conjunto de critérios ambientais, sociais e de governação que estão integrados na estratégia empresarial das empresas e que são tidos em conta pelos investidores quando fazem investimentos sustentáveis. 

A sua implementação na empresa requer uma profunda mudança de mentalidade e do modelo de negócio. Responde à visão de que o impacto global produzido pela empresa é importante e, por isso, é necessário adotar políticas e estratégias que tenham um impacto na tripla dimensão: ambiental, social e de boa governação. 

A análise ESG engloba a medição de três critérios: 

  • Ambientais, incluindo todas as ações que tenham um impacto positivo no meio ambiente.
  • Sociais, ações em conformidade com o respeito pelos direitos humanos, pelas condições de trabalho, etc.
  • Boa governação, ações relacionadas com a cultura corporativa, transparência na gestão, relação com outras partes interessadas, etc.

A análise dos critérios ESG serve para avaliar a sustentabilidade de um investimento e é muito importante porque, durante anos, a tendência em investimentos aponta para que cada vez mais clientes pedem que os critérios ESG sejam incluídos no investimento. Além disso, com a mudança de valores nas gerações mais jovens, esta tendência aumentará e terá um valor fundamental tanto para investidores, como para consumidores e trabalhadores. 

A EDICOM pode ajudar a alinhar-se com os critérios ESG 

A transformação digital é a chave para alcançar a sustentabilidade do sistema de produção.
Os dois grandes pilares da transformação digital são os serviços na nuvem e o intercâmbio eletrónico de dados. Em ambos os casos, o impacto na sustentabilidade ambiental é direto. 

Os benefícios das migrações para a cloud computing incluem a redução das emissões de CO2; reduzir as infraestruturas, por exemplo, sem necessidade de servidores no local. A cloud computing implica a criação de um ambiente virtual no qual as aplicações, as plataformas e o software são oferecidos na nuvem.

Por outro lado, o intercâmbio eletrónico de dados, com a utilização de soluções baseadas em tecnologia EDI (Electronic Data Interchange), abre a perspetiva do paperless para as organizações, o que, para além de lhes dar o rótulo de eco-friendly, implica uma nova gestão empresarial. 
A eliminação do papel pressupõe, em primeiro lugar, contribuir para a melhoria ambiental e, em segundo lugar, minimizar custos de impressão e de armazenamento físico.

A digitalização sustentável começa por aplicar a tecnologia digital adequada aos objetivos de sustentabilidade da empresa. A EDICOM, partner de referência no desenvolvimento e fornecimento de soluções EDI, acompanha as empresas no seu processo de transformação digital. As soluções EDICOMIPass permitem a integração do ecossistema digital de aplicações empresariais na nuvem. 

A EDICOM desenvolve soluções globais para a troca eletrónica de dados (EDI), faturação eletrónica compatível e relatórios digitais de IVA, armazenamento eletrónico a longo prazo e a integração de aplicações baseadas em modelos eficientes SaaS.

Saiba mais sobre os potenciais benefícios para a sua empresa.

Contacte um representante da EDICOM.

Pode também estar interessado em ler sobre...

Como integrar-se via EDI ou API com a Amazon Vendor Central ou Amazon Seller Central

A plataforma EDI da EDICOM integra sistemas ERP e WMS com a Amazon conectividade EDI (EDIFACT ou XML) ou o serviço API da A

Ferramentas e tecnologia para a gestão de grandes projetos EDI

Tecnologia e metodologia colaborativa para a gestão ágil de grandes projetos EDI com alcance internacional

ViDA - A UE impulsiona a fatura eletrónica B2B

A UE propõe modernizar o sistema de IVA graças à fatura eletrónica B2B.