Faturação eletrónica

Tudo o que precisa de saber sobre o sistema NSO de Itália

frança fatura eletronica

A plataforma de pedidos eletrónicos do sistema da saúde estatal italiano, conhecida como NSO (Nodo Smistamento Ordini), é um ambiente de gestão que permite o controlo de compras e de gastos no setor público, a automatização dos processos e a otimização da cadeia de fornecimento. Um sistema que torna Itália um dos países do espaço europeu mais desenvolvidos em e-Procurement.

O Sistema Nacional de Saúde (SSN) começou a tramitar as compras de bens a fornecedores de forma eletrónica, através da plataforma NSO, a 1 de fevereiro de 2020. Um passo estratégico na desmaterialização dos processos de abastecimento para a rede de saúde pública italiana. 

Tabela de conteúdos [Esconder]

O que é o NSO – Nodo Smistamento Ordini?

O NSO é uma plataforma para intercambiar pedidos de forma eletrónica entre as entidades públicas do setor da saúde e as empresas fornecedoras do Sistema Nacional de Saúde (SSN).

A Saúde pública italiana apenas pode abastecer-se através do NSO e as empresas fornecedoras devem estar tecnologicamente equipadas para a conexão e o intercâmbio eletrónico de dados através da plataforma. 

Como funciona a plataforma NSO?

O NSO liga o cliente - Sistema Nacional de Saúde - aos seus fornecedores habilitados para a realização de pedidos para o fornecimento de bens e serviços, de forma automática e instantânea. 

A conexão ao NSO pode realizar-se de várias formas, entre elas:

  • Através do protocolo webservice, já habilitado para os processos de fatura eletrónica que todos os fornecedores da administração pública italiana utilizam para enviar para o SdI (Sistema di Interscambio).
  • Através da infraestrutura PEPPOL (Pan-European Public Procurement OnLine). 

Através do NSO, intercambiam-se documentos comerciais que respondem a três tipos de comunicação:

  • Pedido simples: O cliente envia ao fornecedor um pedido que não requer resposta. Qualquer interação entre fornecedor e cliente deve ocorrer fora da plataforma NSO.
  • Pedido completo: O cliente envia o pedido. Em seguida, pode dar-se um feedback entre as partes dentro do NSO: o fornecedor pode enviar uma resposta - aceitação, rejeição ou alteração - e, por sua vez, o cliente pode enviar uma confirmação de resposta ao pedido.
  • Pedido pré-acordado: É o fornecedor que envia o pedido eletrónico ao cliente, previamente autorizado por ele. Este fluxo pode contar com o envio opcional - por parte do cliente - de resposta ao pedido.

O formato dos documentos transmitidos através do NSO: pedidos, respostas, confirmações ou rejeições, deve ser criado de acordo com as especificações PEPPOL BIS (UBL, Universal Business Language). 

Atualizações técnicas do NSO

Ao longo de 2020, ocorreram várias atualizações das regras técnicas com o objetivo de corrigir erros e integrações. A última versão 4.7 das regras técnicas de pedidos eletrónicos para o sistema NSO foi publicada no passado mês de dezembro de 2020 pelo Ministério de Economia e Finanças (MEF) italiano.

Com esta nova versão, são introduzidas alterações e obrigações para os fornecedores.

Vantagens do sistema NSO

A implementação da plataforma NSO envolve importantes vantagens, quer para a administração pública italiana, quer para os seus fornecedores, entre elas:

  • Economia de custos devido à otimização dos processos.
  • Eliminação do papel ao longo de toda a cadeia de fornecimento.
  • Automatização e prontidão nos processos e nas comunicações.
  • Melhoria da rastreabilidade dos pedidos.
  • Redução dos prazos de pagamento.
  • Transparência nas contratações. A plataforma NSO está conectada à Base de Dados Nacional de Contratos Públicos (BDNCP) - verificação do CIG (Códice Identificativo di Gara - concurso público) – e à Plataforma de Créditos Comerciais (PCC). 
  • Abertura do mercado. O sistema de pedidos eletrónico favorece o acesso às empresas como possíveis fornecedoras do Sistema Nacional de Saúde porque elimina barreiras físicas graças a fatores como a prontidão e o uso de uma linguagem padrão. 

Solução NSO da EDICOM 

A EDICOM, fornecedor especializado em tecnologia EDI (Electronic Data Interchange), desenvolveu uma solução que conecta e tramita o intercâmbio eletrónico de dados entre cliente e fornecedor de forma segura e totalmente automatizada. 

Trata-se de uma solução integrada no ERP do cliente que permite extrair os dados e convertê-los na linguagem requerida, quer para o envio, quer para a receção de documentos. 

Através da plataforma EDI da EDICOM, é possível centralizar e unificar o envio e a receção de todo o fluxo comercial entre os partners, do hospital ao fornecedor e do fornecedor ao hospital: pedido, aviso de expedição e até a fatura, já que a EDICOM é capaz de se conectar tanto ao NSO como ao SdI. 

Neste processo, inclui-se a criação de faturas eletrónicas com a captura dos dados do ERP do utilizador e a sua transformação no padrão requerido pelo MEF.

A rastreabilidade ao longo do processo também é outro dos benefícios da solução NSO da EDICOM. O NSO envia para as empresas emissoras uma série de notificações sobre o estado do pedido. O serviço da EDICOM permite visualizar as notificações através do portal ou integrar automaticamente essas mensagens no ERP, para poder geri-las internamente. 

A solução conecta o HUB de Administrações Públicas EDICOM ao NSO através de protocolo webservice e à rede PEPPOL

A EDICOM ITALIA está certificada como Peppol Access Point para a rede PEPPOL pela Agência Italiana para a Digitalização (AgID). Esta acreditação permite o acesso das empresas privadas e entidades públicas à rede PEPPOL através da plataforma da EDICOM para os processos de contratação pública, cumprindo os padrões de comunicação exigidos pela União Europeia.

Vantagens da EDICOM NSO

  • Escalabilidade. As soluções da EDICOM, baseadas em tecnologia EDI, são escaláveis e, por conseguinte, adaptam-se às necessidades do cliente e ao desenvolvimento de novos cenários. Os fornecedores que já contam com uma solução integrada e automatizada podem adaptar rapidamente os seus sistemas. Para essas empresas, a utilização do NSO é mais um passo nas suas relações eletrónicas com a administração pública italiana. Uma vantagem a ter em conta, dado que Itália está muito avançada nos processos de desmaterialização tanto no âmbito B2G como B2B. 
  • Atualização. A atualização técnica e a introdução de novos requisitos faz parte da evolução dos sistemas eletrónicos que impulsionam as administrações públicas. A otimização é uma constante. 

Todas as alterações devem ser implementadas de forma imediata, quer por parte dos fornecedores, quer das administrações sanitárias. As soluções da EDICOM são permanentemente atualizadas e adaptadas às novidades. Um dos compromissos da empresa é implementar as alterações sem que o cliente seja afetado. 

 

Saiba mais sobre os potenciais benefícios para a sua empresa.

Contacte um representante da EDICOM.

Pode também estar interessado em ler sobre...

Que países trocam faturas eletrónicas através do Peppol

Descubra que países beneficiam das vantagens oferecidas pela infraestrutura PEPPOL para a troca de faturas eletrónicas.

Como é a fatura eletrónica no Paraguai

Conheça o funcionamento do Sistema Integrado de Faturação Eletrónica Nacional SIFEN do Paraguai.

A implementação do GOVEIN19 está a revelar-se um êxito em toda a Europa

A EDICOM implementa com êxito o projeto GOVEIN19 para o desenvolvimento da faturação eletrónica em hospitais europeus.